Weby shortcut
Icone Instagram
Icone Linkedin
Icone YouTube
Universidade Federal de Goiás
Chamada universal CNPQ

Projetos da UFG são contemplados na Chamada Universal do CNPq

Por Michele Martins. Criada em 12/02/19 11:02. Atualizada em 14/02/19 08:29.

115 projetos em todas as áreas do conhecimento receberão cerca de R$ 3 milhões

Michele Martins

Foto de capa: Carlos Siqueira

O Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) divulgou no começo de 2019 a lista de aprovados na Chamada Universal 2018 que contempla projetos em qualquer área do conhecimento. De acordo com a Pró-reitoria de Pesquisa e Inovação (PRPI) da Universidade Federal de Goiás, foram contemplados 115 projetos distribuídos da seguinte forma: 23 da área de Ciências Exatas e da Terra; 23 de Ciências Biológicas; 15 projetos da área de Engenharias; 12 de Ciências da Saúde; nove da área de Ciências Agrárias; 16 de Ciências Sociais Aplicadas; 13 de Ciências Humanas e quatro de Linguística, Letras e Artes.

A Chamada Universal destinará R$ 200 milhões, a serem liberados em até três parcelas, para projetos de pesquisa científica, tecnológica e de inovação. Os projetos da UFG aprovados receberão cerca de R$ 3 milhões ao todo. O valor máximo de financiamento será dividido de acordo com uma das faixas definidas na chamada: faixa A: projetos de até R$ 30 mil, faixa B: projetos de até R$ 60 mil e faixa C: projetos de até R$ 120 mil. Este ano, os pesquisadores puderam contar com a inserção de bolsas de fomento tecnológico entre as modalidades permitidas e a liberação do número de bolsas a serem solicitadas por projeto, desde que o valor total da proposta permanecesse dentro do limite estabelecido para cada faixa.

Para o pró-reitor de Pesquisa e Inovação da UFG, Jesiel Freitas Carvalho, a gestão da universidade comemorou muito o êxito dos pesquisadores da UFG em virtude do número expressivo de pesquisadores beneficiados e pelo valor substancial que será destinado, considerando especialmente a época de escassez de recursos que é esperada pela comunidade acadêmica para os próximos anos. “Foram 115 projetos, alcançando um valor aproximado de 3 milhões de reais. É um valor muito relevante para a atividade de pesquisa da universidade. É o reconhecimento da capacidade científica instalada da UFG. E, apesar de serem projetos com valores individuais relativamente pequenos, esses recursos são muito importantes para auxiliar, especialmente, na manutenção de rotina das atividades de pesquisa e também para o pagamento de bolsas”, declarou o pró-reitor.

Categorias: pesquisa Institucional