Weby shortcut
Icone Instagram
Icone Linkedin
Icone YouTube
Universidade Federal de Goiás
Seu Tião Rádio Universitária

Nas ondas do salão

Criada em 13/06/19 15:08. Atualizada em 17/06/19 09:35.

Sebastião Cruz, servidor Rádio Universitária faz da dança uma rotina em sua vida

Augusto César Araújo

Quem anda pelos corredores da Rádio Universitária (RU) conhece também a figura. Com o seu característico (e inseparável) chapéu-coco preto, perfume forte e fala mansa, Sebastião Rodrigues Cruz, mais conhecido apenas como Tião, é não só um mero técnico de áudio, mas também uma personalidade marcante na edificação da UFG, localizada no Parque Lago das Rosas.

Seu Tião Rádio Universitária

Sentado na cadeira, de frente ao jardim da RU, Sebastião tira o seu chapéu, e conta como começou sua trajetória. Partindo de rádios no interior, chegou a trabalhar na Rádio Brasil Central (RBC), mas foi na UFG que se firmou, possuindo mais de 40 anos de Rádio Universitária, sempre trabalhando com música. Apesar de sua longa história nas frequências radiofônicas que transitam pelo ar, a grande paixão do Seu Tião é um pouco mais ‘’pé no chão”. Literalmente.

‘’A dança é uma arte. Além de você se manter saudável, é sempre um aprendizado”.  É dessa forma que ele descreve o que sente. Desde os seus 12 anos, quando seu pai morava em Palmas, eles acompanhavam a Folia do Divino. Quando chegava as festas do final da Folia, o ainda pequeno Sebastião tocava a zabumba com os sanfoneiros e dançava com os foliões.

Desde então, o interesse do técnico da UFG sempre se manteve. Atualmente, Seu Tião se diverte e exercita os seus passo em academias de danças. Toda segunda, quarta e quinta-feira, além dos finais de semana, são os dias que ele coloca em prática os seus movimentos. “Já me chamaram para dançar em casas de dança, mas eu não quero. Eu gosto de dançar é por hobbie, por lazer.”

Quem vê os vídeos comprova: Seu Sebastião leva jeito para a coisa. Seja na dança de salão ou no ritmo do forró, o balanço da personalidade da RU é inquestionável. Com leveza e tranquilidade de quem viveu com a dança nos pés, ele e sua parceira de dança fazem as coreografias com muita habilidade.

Colocando de volta o seu chapéu, o técnico se dirige aos estúdios da rádio. Dessa forma, o também produtor do programa Jovens Tardes - atração veiculada todo domingo, às 13h na rádio RU, para recordar a história da Jovem Guarda -  dirige-se para mais um dia de sua rotina, carregando consigo toda a sua história com a música e com a dança.

Fonte: Secom UFG

Categorias: Eu Faço Arte