Weby shortcut
Icone Instagram
Icone Linkedin
Icone YouTube
Universidade Federal de Goiás
Conepec 2019

José Carlos Libâneo abre oficialmente VIII Conepec

Criada em 18/06/19 14:17. Atualizada em 18/06/19 14:36.

A Conferência Magna ocorreu no Cine Teatro São Joaquim, com a presença de dezenas de  autoridades

Weberson Dias

No dia 17 de junho ocorreu a abertura oficial da 8ª edição do Congresso de Ensino, Pesquisa, Extensão e Cultura da Regional Goiás. O palestrante da noite foi o professor José Carlos Libâneo, com o tema “Educação Básica e Universitária: o ensino voltado para o desenvolvimento humano”.

Conepec 2019

O professor José Carlos Libâneo (UFG e PUC-GO) destacou em sua fala as finalidades educativas e os requisitos de funcionamento das escolas. O professor defendeu uma pedagogia voltada para o desenvolvimento humano dos alunos e uma resistência política e pedagógica no contexto atual. Lembrou ainda que escolas de ricos se pautam no conhecimento e no aprendizado, enquanto que as escolas para pobres buscam acolher e integrar os estudantes socialmente.

Libâneo ainda exibiu um quadro com as visões neoliberal, conservadoras, sociologia crítica e dialética crítica. Esta última orienta a maior parte dos trabalhos do professor. Durante a palestra, criticou as Escolas de Tempo Integral, rechaçando que apenas a Educação deve ser integral; bem como os testes de avaliação de alunos, que, segundo ele, servem para classificar as escolas e gestar controle sobre a comunidade escolar. Por fim, defendeu a escola centrada no conhecimento e cujo ensino seja capaz de promover e ampliar o desenvolvimento humano.

Conepec 2019

“Nós professores temos uma missão importantíssima, enquanto profissionais. Precisamos ajudar os alunos no destino pessoal e social de cada um. Não podemos abdicar dessa missão”, estimulou ele, que, ao final, mandou um recado para os futuros educadores. “Vocês precisam investir em quatro elementos importantes para a profissão: se esforcem para dominar bem o conteúdo que ensinam; ensinem os conteúdos de maneira que seus alunos aprendam; considerem a relação que os alunos têm com o conhecimento que você trabalha em sala de aula e, por fim, leve em conta as condições culturais, sociais e materiais concretas da vida dos alunos, ou seja, o professor precisa saber ligar o que os alunos sabem com o conhecimento científico que o professor traz”, instruiu.

Conepec

Abertura

A mesa diretiva do Conepec foi formada pelo professor Edward Madureira, reitor da UFG; Renato Paula, diretor da Regional Goiás; Margareth Arbués, vice-diretora da Regional; entre outras autoridades, como pró-reitores, diretores da UEG e IFG, coordenadores e chefes de unidades da Regional e demais representantes.

O reitor Edward Madureira fez questão de participar de eventos da Regional Goiás. “A nossa Regional Goiás é a única Regional fora de Goiânia da UFG e cumpre um papel extraordinário na interiorização da universidade. Fazemos questão de estar muito próximos para acompanhar toda a inserção da UFG na comunidade da Região do Rio Vermelho, contribuindo para o seu desenvolvimento”, pontuou o reitor. Ele afirmou ainda que o Conepec tem cada vez mais se consolidado. “A vocação da Regional Goiás é a extensão e estamos trabalhando fortemente na consolidação da Regional nas suas áreas de atuação, especialmente na pesquisa e pós-graduação”, acrescentou.

Antes da palestra os professores Margareth Arbués, Thiago Santana e Selma Leite publicaram o livro “Das pedras aos pilares na cidade de Goiás”, tiraram foto e fizeram as dedicatórias para os interessados presentes.

Próximos anos

O professor Renato de Paula, diretor da Regional Goiás, agradeceu a todos os envolvidos, falou que todos os cursos de graduação da Regional são avaliados com notas máximas e falou da necessidade de abrir novos caminhos. “Precisamos institucionalizar a pesquisa e pós-graduação stricto sensu na Regional Goiás e mostrar para todos o nosso potencial no campo da produção sistematizada do conhecimento. O capital político e pedagógico que nós adquirimos com a realização deste evento, nos credenciar para darmos o salto qualitativo para consolidar a Regional como unidade da UFG de referência na região da Bacia do Rio Araguaia e do Rio Vermelho. Se juntarmos as três instituições, nossas chances de ter êxito será muito maior”, explicou.

Sobre os recentes questionamentos das federais, o professor destacou: “No nosso caso[da Cidade de Goiás], este cenário se torna mais preocupante, o que faz este evento mais importante ainda, porque as três instituições da cidade são da área de humanidades, área que vem sendo considerada improdutiva e sem relevância mercantil pelos governos neoliberais que estão nas três esferas de poder do Brasil atualmente. O Conepec  ocorre para mostrar que a desimportância das humanidades não é real”, finalizou, acrescentando que nos próximos anos o Conepec será feito em conjunto com a UEG e IFG e afirmando que será ainda maior.

Fonte: Secom UFG

Categorias: Institucional