Weby shortcut
Icone Instagram
Icone Linkedin
Icone YouTube
Universidade Federal de Goiás
 Ana Carolina_FEFD_02.png

Instituições se unem em projeto para beneficiar idosos

Criada em 04/12/19 09:33. Atualizada em 05/12/19 08:08.

Projeto Vida Ativa, ação entre AGETUL e SMS, proporciona acesso de idos às práticas corporais e atividades físicas

Texto: Giovanna Campos

Com o objetivo de oportunizar o acesso às práticas corporais, incentivar a prática da atividade física e o convívio social, em diferentes regiões da cidade, o Projeto Vida Ativa oferece à população goianiense a oportunidade de se exercitar com orientação  e acompanhamento de profissionais de Educação Física. O projeto é realizado pela Prefeitura de Goiânia, por meio da Agência Municipal de Turismo Evento e Lazer (AGETUL), em parceria com a Secretaria Municipal de Saúde (SMS).

Ana Carolina_FEFD.png

Prof.ª Ana Carolina, ao centro, e Estagiários e Estagiárias de 2019. (Fotos: arquivo pessoal)

 

A Faculdade de Educação Física e Dança (FEFD/UFG) colabora com o projeto por meio da participação de estagiários obrigatórios do bacharelado em Educação Física na unidade Vida Ativa do Centro de Saúde da Família do Criméia Oeste, em Goiânia. As atividades na unidade são realizadas desde 2013, e coordenadas pela Analista em Cultura e Desporto Profa. Ana Carolina Neto de Almeida Cardoso, idealizadora e responsável pelo Núcleo de Atividades Físicas e Práticas Corporais implementado no centro de saúde. O coordenador de estágios da FEFD Wilson Lino, destaca a relevância do projeto. "O espaço que tem oportunizado a ampliação da formação acadêmica de nossos e nossas discentes por meio da vivência de processos de trabalho do profissional de Educação Física no âmbito do Sistema Único de Saúde (SUS)", afirma.

VIDA ATIVA IMG 1.jpeg

Estagiário e Estagiária acompanham usuária no slackline (Fotos: arquivo pessoal)

 

Estudantes de graduação da FEFD, vinculados à disciplina  de Estágio Curricular Profissional, têm realizado essas atividades com os idosos no Centro de Saúde da Família, desde 2013. O público é formado por usuárias(os) que já frequentam a unidade de saúde. Segundo o professor Wilson Lino, os alunos se sentem muito satisfeitos com a autonomia que lhes é concedida e o aprendizado prático que adquirem ao conviverem e trabalharem sob a orientação da  Profª. Ana Carolina.

Wilson Lino explica que os estudantes recebem treinamento antes de entrarem em campo efetivamente. Além das aulas teóricas, os estagiários observam e registram o trabalho da professora com os idosos, recebem um treinamento dos procedimentos e técnicas que serão utilizados ao ministrarem aulas e estudam os temas e processos pedagógicos para uma melhor abordagem. Nesse ano, tendo em vista as experiências que estudantes propuseram compartilhar com os usuários, a dançaterapia, o pilates e o slackline. O Núcleo de Atividades Físicas e Práticas Corporais do CSF Criméia Oeste oferece amplo conjunto de práticas, tais como aulas de alongamentos, dançaterapia, capoterapia, pilates, orientações de corrida, exercícios funcionais, dentre outras atividades.  

“A competência no trabalho realizado, a  alegria e a satisfação de todos - usuários, estagiários, professores - indicam que a escolha dos pressupostos do Programa,  como Lazer como Direito Social, Clínica Ampliada e as estratégias específicas priorizadas pela Política de Promoção da Saúde (PNPS), se apresentam como uma boa orientação para as ações na Atenção Básica e na formação de profissionais de Educação Física”, concluiu o professor. 

VIDA ATIVA IMG 2.jpeg
Atividades são voltadas para aqueles com mais de 40 anos (Foto: Arquivo Pessoal)

 

 

 

 

Categorias: saúde