Weby shortcut
Icone Instagram
Icone Linkedin
Icone YouTube
Universidade Federal de Goiás
Laerte Guimarães

Corte de bolsas não era esperado pelas universidades

Criada em 09/05/19 15:53. Atualizada em 09/05/19 15:55.

Até o momento foram bloqueadas 42 bolsas de Mestrado e 16 de Doutorado na UFG

A suspensão das bolsas disponíveis não teve aviso prévio, explicou o pró-reitor de pós-graduação, Laerte Guimarães em entrevista concedida no dia 9 de maio para a Rádio Universitária. Até o momento, segundo ele a UFG tem 766 bolsas de Mestrado e 530 bolsas de Doutorado da Capes. Neste mês, com o bloqueio do sistema, foram recolhidas 42 bolsas do Mestrado e 16 no Doutorado. O professor explica que as bolsas são imprescindíveis para que o trabalho seja desenvolvido com qualidade. 

Na UFG existem também 64 bolsas de pós-doutorado, para recém doutores continuarem suas pesquisas, muito importantes para alavancar os programas de pós-graduação. "A pesquisa da universidade é fundamentalmente vinculada aos programas de pós-graduação", afirma o professor. Muitas bolsas destas recolhidas já estavam destinadas para novos estudantes. Ele também afirma que a Capes vai cortar fomento para cursos que tenham nota 3 por duas avaliações consecutivas. 

Confira o áudio da entrevista do pró-reitor Laerte Guimarães na íntegra:

Fonte: Secom UFG

Categorias: Institucional