Weby shortcut
Icone Instagram
Icone Linkedin
Icone YouTube
Universidade Federal de Goiás
Vanessa da Mata

O mundo precisa de mais Vanessa da Mata

Criada em 05/06/19 14:24. Atualizada em 05/06/19 14:34.

A artista participou do Música no Câmpus e apresentou novo álbum que fala de amor e da necessidade de os diferentes conviverem

Por Versanna Carvalho

O público lotou o Centro de Eventos e Cultura Ricardo Freua Bufáiçal da Universidade Federal de Goiás, no Câmpus Samambaia, em Goiânia, na noite de 4 de junho de 2019, com direito a congestionamento na entrada que dava acesso ao local. O motivo para o burburinho foi a cantora Vanessa da Mata, atração do segundo show do projeto Música no Câmpus.

Vanessa da Mata
Fotos: Marina Sousa

 

E a artista não decepcionou. Cheia de energia, permaneceu no palco por cerca de duas horas, cantando, dançando as quase 30 músicas da setlist da recém-iniciada turnê Quando Deixamos Nossos Beijos Na Esquina, referente ao álbum de mesmo nome lançado em 31 de maio último.

As 11 faixas do novo trabalho foram apresentadas aos passarinhos, modo como a artista se refere aos seus seguidores nas redes sociais. Começou com Tenha dó de mim, uma parceria com Baco do Exu Blues. Um convite a embarcar no ritmo da noite. Os hits já consagrados também tiveram espaço e quando ele entoou canções como Boa sorte, Amado e Ai, ai, ai os passarinhos, modo como ela costuma se referir aos seguidores nas redes sociais, cantaram em coro.

Vanessa da Mata

Durante um dos momentos de interação com o público, Vanessa da Mata afirma que o novo álbum é um manifesto sobre a necessidade de convivência entre todas as diferenças das mais diversas formas. “Presta atenção nas letras”, recomendou.

Duas das faixas que deixam esta intenção transparecer são Nossa geração com os versos “Nossa geração não se beija mais/ Foram doutrinados a achar sujo/ Nossa geração mata o diferente/ Padronizam frutos, flores e gente”; e em Quando nossos beijos foram deixados na esquina ela diz que “o mundo está doente / Todos sabem, mas não tratam/ O mundo precisa de mais amor por favor”.

Vanessa da Mata

Política

A artista retornou ao palco no final do espetáculo a pedido do público, que também gritava palavras de ordem contra o governo federal. Ela então comentou não ter muita familiaridade com o universo da política, e que chega a ser taxada de ingênua por alguns amigos, mas não deixou de opinar sobre o momento atual. “Eu acho que se a educação está ruim, é preciso por mais grana e não tirar”, resumiu.

“Política pública tem que vir em primeiro lugar, qualquer que seja o governante que está no poder. Vocês estão certos em protestar e lutar pela liberdade”, concluiu, partindo para encerrar a noite com História de uma gata (Chico Buarque).

Categorias: Arte e Cultura