Weby shortcut
Icone Instagram
Icone Linkedin
Icone YouTube
Universidade Federal de Goiás
OBMEP

OBMEP entrega medalhas para estudantes goianos

Criada em 09/09/19 13:23. Atualizada em 10/09/19 08:51.

Premiação da 14ª Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas ocorreu no Câmpus Samambaia

Letícia Santos

Diversos alunos e professores das escolas da rede pública e privada de ensino do estado de Goiás, foram homenageados na Cerimônia de Premiação da 14ª Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas (OBMEP), que ocorreu na tarde da última quinta-feira (05/09), no Câmpus Samambaia da UFG.

OBMEP
Fotos: Natália Cruz

Criada em 2005, a olimpíada tem o intuito de estimular o estudo da matemática e prestigiar novos talentos na área. O ex-coordenador regional da OBMEP-GO, Max Valério Lemes, reafirmou a importância e o papel inclusivo da olimpíada de matemática na rotina das escolas brasileiras. “Até 2017 a OBMEP era voltada apenas para alunos de escolas públicas, atualmente temos também a participação de estudantes de escolas particulares. A nossa olimpíada é inclusiva e estimula a participação de todos os alunos”, afirmou. Segundos dados da OBMEP, em 2018, mais de 18 milhões de alunos participaram da olimpíada. Max Valério contou que o objetivo da OBMEP é alcançar ao menos uma escola em cada cidade do país. “Isso nem sempre vai ser possível pois existem cidades de difícil acesso no país, porém, no estado de Goiás temos participação de todas as cidades”, acrescentou.

OBMEP

O diretor do Instituto de Matemática e Estatística da UFG, Maurício Donizetti Pieterzack, frisou a importância do estudo da matemática. “Apesar de a matemática ser uma invenção muita antiga da humanidade, no Brasil, ela é uma ciência jovem, altamente especializada e importante”. Segundo o professor, o Brasil é um dos países mais desenvolvidos no âmbito das pesquisas em matemática. “O nosso país integra o principal grupo de pesquisa em matemática no mundo, estamos no mesmo nível da China, Itália e Estados Unidos”, afirmou.

Em sua fala, o reitor da UFG, Edward Madureira, explicou para o público presente sobre o atual cenário na qual as universidades públicas se encontram. “É gravíssima a situação que enfrentam as universidades públicas do Brasil, os institutos federais, a educação brasileira como um todo”. Segundo Edward, a atual situação financeira da UFG é delicada. “Estamos vivendo uma restrição orçamentária jamais vista na história, 30% dos nossos recursos financeiros foram retidos e assim, nossas atividades estão com os dias contados. Desde abril nós repetimos o discurso que a UFG funcionaria até setembro, a data chegou e estamos literalmente agonizando”, completou. Edward também parabenizou os estudantes e professores presentes pelo ótimo desempenho na 14ª Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas.

OBMEP

Também estiveram presentes na premiação, a pró-reitora de Extensão e Cultura da UFG, Lucilene Maria de Sousa, o pró-reitor de Gestão de Pessoas da UFG, Everton Wirbitzki da Silveira e o atual coordenador da OBMEP, Durval José Tonon.



Fonte: Secom UFG

Categorias: Institucional