Weby shortcut
Icone Instagram
Icone Linkedin
Icone YouTube
Universidade Federal de Goiás
Instituto Confúcio

UFG firma parceria com o Instituto Confúcio da China

Criada em 05/11/19 16:48.

Unidade será a primeira da América Latina a oferecer cursos de medicina tradicional chinesa

A Universidade Federal de Goiás (UFG) abrigará o Instituto Confúcio, uma organização educacional pública da China. A sede ficará na Faculdade de Letras (FL), no Câmpus Samambaia, onde serão ministrados cursos de mandarim e de cultura e história chinesas. Já na Faculdade de Enfermagem (FEN), no Câmpus Colemar Natal e Silva, será instalado um centro de medicina chinesa, onde serão ofertados cursos como acupuntura e massagem. O Instituto Confúcio na UFG será o primeiro da América Latina a oferecer cursos de medicina tradicional chinesa.

O reitor da UFG, Edward Madureira Brasil, esteve em Pequim no dia 25 de outubro para a assinatura do acordo de cooperação. A cerimônia ocorreu durante o Fórum de Cooperação Econômica e Comercial Brasil-China, com a presença do presidente da República, Jair Bolsonaro, e de autoridades chinesas, bem como a reitora da Universidade de Medicina Tradicional Chinesa de Hebei, Gao Weijuan, e o reitor da Universidade de Estudos Estrangeiros de Tianjin, Chen Fachun.

Conforme enfatiza o reitor da UFG, a cooperação entre as instituições promoverá a possibilidade de um futuro intercâmbio entre estudantes brasileiros e chineses, que fortalecerão ainda mais o elevado padrão de ensino e de negócios internacionais da Universidade.

Atuação

Neste mês de novembro, a UFG recebe dois professores chineses da Universidade de Hebei, fortalecendo o ensino do mandarim, que já é realizado na Faculdade de Letras. Na Faculdade de Enfermagem, o ensino e a oferta de práticas integrativas, como acupuntura, também serão ampliados, e prevê-se a oferta de cursos de especialização sobre a medicina tradicional chinesa e o fortalecimento de pesquisas e intercâmbios de estudantes de graduação e de pós-graduação.

Histórico de negociações

A UFG estava em tratativas desde 2017 para a criação de um Instituto Confúcio. Entre 28 de junho e 7 de julho de 2019, foi realizada uma missão a Shijizuang, na província de Hebei, e a Pequim, capital da China. Participaram da delegação, além do reitor, o diretor de Relações Internacionais da UFG, Francisco José Quaresma, a diretora da Faculdade de Enfermagem, Claci Fátima Weirich Rosso, a professora da Faculdade de Medicina e presidente da Fundação de Apoio ao Hospital das Clínicas da UFG (Fundahc), Cacilda Pedrosa de Oliveira, e a professora da Faculdade de Ciências Sociais, Laís Forti Thomaz. Nessa missão, foram feitos vários encontros e reuniões na Universidade de Medicina Tradicional Chinesa de Hebei, bem como na Secretaria de Educação da Província e na sede do Instituto Confúcio

Fonte: Secom UFG

Categorias: Institucional