Icone Instagram
Icone Linkedin
Icone YouTube
Universidade Federal de Goiás
Lacem UFG

Lacem UFG recebe novo equipamento para determinação de massas moleculares

Criada em 10/02/20 15:28. Atualizada em 13/02/20 08:38.

Laboratório tem estudos que vão desde a presença de agroquímicos em alimentos até a composição do petróleo

Universidade Federal de Goiás destaca-se na produção de conhecimento na área de espectrometria de massas. Em parceria com a Petrobras, o Laboratório de Cromatografia e Espectrometria de Massas (LaCEM-UFG) do Instituto de Química da UFG, é atualmente, um dos mais bem equipados do país. Em atuação desde 2015, o laboratório possui instrumentos que conseguem medir de 5 forma precisa a massa das moléculas e assim caracterizar de forma rápida todos uma infinidade gama de constituintes químicos presentes nas mais diversas amostras.

Recentemente, o LaCEM adquiriu um novo equipamento, o espectrômetro de massas de ressonância ciclotrônica de íons (FT-ICR MS), o equipamento 7T SolariX 2XR, primeiro do país nesta configuração, que pode alcançar até 20 milhões de poder de resolução na determinação de massas moleculares. Para capacitar os alunos e pesquisadores, o Laboratório realizou no último dia 31 de janeiro um workshop com os palestrantes Matthias Witt, pesquisador de Bremen na Alemanha e Diego Magno, representante da Bruker Brasil a fabricante do equipamento. O professor Boniek Gontijo, coordenador do laboratório, pontua que “As palestras tiveram o objetivo de abordar a potencialidade do equipamento em termos do horizonte de aplicações que vão desde áreas relacionadas ao petróleo até análises clínicas, passando por áreas como identificação de metabólitos, meio ambiente dentre outras”.

 

Lacem UFG
Matthias Witt foi um dos palestrantes do evento

Importância do laboratório

O professor compara os equipamentos do LaCEM com balanças de alta precisão. “O FT-ICR MS, nosso instrumento, tem um poder de resolução enorme, podendo chegar na ordem de dezenas de milhares. Ele consegue ter uma alta precisão analítica até a quinta ou sexta casa após a vírgula na determinação de massas moleculares.”

A principal aplicação do equipamento é a análise de misturas complexas como o petróleo, extrato de produtos naturais, e até mesmo na análise clínica, principalmente análise de tecidos animais. Esta gama de possibilidades explica a multidisciplinaridade do LaCEM, que não se restringe aos estudos relacionados a Química, mas também em diversas outras áreas da ciência como Farmácia,  Biologia, Medicina, Agronomia entre outras.

Parceria com a Petrobras

O  Laboratório conta com um forte apoio da Petrobras e assim boa parte do portfólio de projetos é relacionado à química do petróleo, especialmente a caracterização detalhada do óleo, área definida como petroleômica. Em petroleômica, a composição química detalhada do petróleo fornecida através da espectrometria de massas FT-ICR MS é utilizada em tomadas de decisão e para resolver problemas na cadeia do petróleo que vão desde a prospecção do óleo até ao posto.  “Através da caracterização abrangente de petróleos, pode-se, por exemplo, identificar os constituintes químicos que impactam negativamente o escoamento do óleo durante a fase de produção, possibilitando, assim, reconhecer as substâncias que causam este processo e realizar ações efetivas de remediação”, comenta o professor Boniek.

Fonte: Secom UFG

Categorias: Ciências Naturais IQ Química LaCEM