Icone Instagram
Icone Linkedin
Icone YouTube
Universidade Federal de Goiás
sedentarismo

Exergames podem ser atividade física durante a pandemia

Criada em 11/05/20 15:02.

Pesquisas mostram efeitos positivos na diminuição da ansiedade usando a ferramenta


Michely Coutinho

A pandemia do coronavírus impôs à população a necessidade de isolamento social (importante medida para impedir/retardar a disseminação do vírus). Como resultado negativo, alguns trabalhos recentemente publicados mostraram que tal situação pode gerar transtornos de ansiedade, e estes podem ser agravados pelo provável baixo nível de atividade física durante períodos de isolamento social.

Neste contexto, é necessário que existam estratégias para o enfrentamento dos transtornos de humor e, de acordo com o professor Claudio Lira da Faculdade de Educação Física e Dança da UFG e do professor Ricardo Viana (egresso do curso de Licenciatura em Educação Física da FEFD e atualmente estudante de doutorado em Ciências da Saúde pela Faculdade de Medicina da UFG), os exergames podem ser uma alternativa.

De acordo com Ricardo Viana, os exergames, também conhecidos como jogos eletrônicos de movimento, mesclam atividades e/ou exercício físico com jogos eletrônicos e podem ser uma alternativa interessante (especialmente os exergames de dança) para o enfrentamento simultâneo dos transtornos de humor e da diminuição do comportamento sedentário durante a pandemia.

Estudos anteriores do grupo mostraram que os exergames elicitam um esforço de intensidade moderada (intensidade recomendada para melhora da saúde) e evocam efeitos positivos sobre os níveis de ansiedade.

O trabalho foi publicado no periódico científico Games for Health Journal (fator de impacto: 1.782) e pode ser lido no link
https://www.liebertpub.com/doi/full/10.1089/g4h.2020.0060?url_ver=Z39.88-2003&rfr_id=ori:rid:crossref.org&rfr_dat=cr_pub%3dpubmed

 

Fonte: Secom UFG

Categorias: Saúde Coronavírus