Icone Instagram
Icone Linkedin
Icone YouTube
Universidade Federal de Goiás
estado social

Pesquisadores lançam Observatório do Estado Social Brasileiro

Criada em 27/04/20 15:38. Atualizada em 11/05/20 16:32.

Plataforma reúne materiais que versam sobre o Estado Social e os diferentes níveis de intervenção no território brasileiro

Um grupo de pesquisadores do Instituto de Estudos Socioambientais e da Faculdade de Administração, Ciências Contábeis e Ciências Econômicas (FACE) da Universidade Federal de Goiás se uniram para criar o Observatório do Estado Social Brasileiro. O objetivo da iniciativa é oferecer ao público um instrumento político que permita discutir e acompanhar, por meio de um conjunto variado de informações, em diferentes escalas, as ações do Estado Social brasileiro.

O Observatório do Estado Social funcionará como uma Plataforma Estática e Dinâmica de informações e dados. O primeiro conjunto de dados, adjetivado de dados estáticos (repositório), permitirá ao público acesso a artigos, livros, documentos, leis e entrevistas, sobre temas que versem sobre o Estado Social. Os dados dinâmicos (Estatísticas Georeferenciadas), na escala municipal, permitirá ao público acompanhar, analisar e comparar os diferentes níveis de intervenção do Estado Social no território brasileiro.

Entre os documentos que podem ser encontrados no laboratório estão livros, artigos e ebooks, leis, documentos e notícias publicadas que envolvam o assunto. Entre os assuntos abordados estão, por exemplo, a reforma da previdência social, o estado de bem estar social, regime fiscal e democracia, entre outros assuntos que analisam o tema. 

Segundo os pesquisadores, parte-se do entendimento que, reconhecendo os problemas históricos e demandas crescentes por serviços públicos e assistência social, a erosão do Estado social é um projeto colocado em prática em diferentes frentes. O desmonte, por assim dizer, do pacto representado pela Constituição de 1988 (Brasil, 1988) é apenas um reflexo um projeto que pretende drenar os recursos públicos para a esfera privada. Esse projeto tem como estratégia erodir o Estado Social, criminalizar o servidor público e legitimar, em função de uma noção de eficiência, a ação do mercado. No entanto, desejamos mostrar, cotidianamente, que o Estado Social brasileiro, atacado, foi, historicamente, eficiente na tarefa de garantir a mínima coesão social. O Observatório do Estado Social pode ser entendido como uma estratégia, uma ação, um esforço coletivo para visibilizar a ação do Estado Social.

Confira o projeto em http://obsestadosocial.com.br/

Fonte: Secom UFG

Categorias: Humanidades Iesa FACE