Icone Instagram
Icone Linkedin
Icone YouTube
Universidade Federal de Goiás
Boletim Mercado de Trabalho

Boletim Mercado de Trabalho

Em 13/10/20 15:27. Atualizada em 13/10/20 15:27.

Fenômenos como home-office, atividades remotas de ensino e mercado de motoristas por aplicativos ganham atenção especial no mercado com isolamento social

Boletim do Mercado de Trabalho Goiano – nº 03/outubro de 2020 – Sinopse

O segundo trimestre de 2020 foi o primeiro totalmente dentro do período de pandemia do novo Coronavírus, impactando de forma mais direta a produção e o mercado de trabalho como um todo. A qualidade geral do mercado de trabalho apresentou uma queda, motivada principalmente pelo menor volume de contratações formais. As atividades com pior desempenho foram aquelas relacionadas com o comércio em geral e alimentação, mais diretamente afetadas pelo isolamento social. Por outro lado, ao contrário da média das demais regiões, Goiânia apresentou resultado positivo no setor de construção civil, onde foram criadas 953 vagas a mais de emprego.
Neste boletim, aproveitamos os dados na pesquisa especial Pnad-Covid, do IBGE, para apresentar algumas informações sobre o home-office, as atividades remotas de ensino e os motoristas por aplicativo. Fenômenos não necessariamente novos, mas que ganharam especial atenção devido à necessidade do isolamento social. Na Região Metropolitana de Goiânia, apenas 8,8% da mão de obra ocupada estava em regime de home-office e as maiores porcentagens são observadas nas regiões metropolitanas com maior qualidade média do mercado de trabalho. Por outro lado, cerca de 75% dos jovens entre 6 e 18 anos matriculados na escola seguiram realizando atividades educacionais em casa, a maioria 5 dias por semana e dedicando entre 2 e 5 horas de estudo. Já os motoristas de aplicativos, os dados mostram uma composição prioritariamente masculina (mais de 94% são homens) e uma taxa de contribuição ao INSS de 37%, superior à média nacional.

Confira o boletim completo

LAM – Laboratório de Análise de Microdados
Informações sobre o boletim e metodologia:
https://lam.face.ufg.br/p/29053-boletim-de-mercado-de-trabalho-goiano

Fonte: Secom UFG

Categorias: colunistas Face