Icone Instagram
Icone Linkedin
Icone YouTube
Universidade Federal de Goiás
EducaTrans

Projeto de extensão promove educação no trânsito

Em 18/06/24 15:49. Atualizada em 18/06/24 16:16.

EducaTrans busca sensibilizar diversas faixas etárias sobre segurança rodoviária e educação cidadã

 

EducaTrans

Escolinha de Trânsito para crianças: espaço simula tráfego com veículos, sinalização e semáforos (Foto: Divulgação)

 

Ricardo Lima

Surgido na disciplina Trânsito e Educação do curso de Engenharia de Transportes da Universidade Federal de Goiás (UFG), o projeto "Educatrans: educação e trânsito andam juntos" tem o objetivo de levar educação sobre trânsito para a sociedade e promover práticas rodoviárias seguras.

Nascido durante a pandemia de covid-19 como uma atividade de extensão, o projeto identificou a rede social Instagram como a plataforma ideal para hospedar e divulgar seu conteúdo. Após o fim da pandemia, as atividades passaram a ser realizadas de forma presencial no município de Aparecida de Goiânia, onde está localizada a Faculdade de Ciências e Tecnologia (FCT) da UFG.

Inclusão etária

A professora Cíntia Campos, coordenadora da iniciativa, destaca que o projeto desenvolve atividades para diversos grupos etários, desde motoristas de caminhão até alunos do ensino fundamental. "Para cada público-alvo, criamos um material específico. No Conpeex [Congresso de Pesquisa, Ensino e Extensão da UFG], por exemplo, desenvolvemos um material destinado a universitários", esclarece Cíntia.

Entre as atividades nas escolas destaca-se a Escolinha de Trânsito, um espaço que simula o tráfego urbano com veículos, sinalização e semáforos, permitindo que as crianças experimentem o papel de motoristas, ciclistas e pedestres.

 

Leia também: Projeto de extensão promove encontros literários em línguas estrangeiras

 

EducaTrans

Campanha educativa na página do projeto EducaTrans no Instagram, em virtude do Maio Amarelo (Imagem: Reprodução)

 

Consciência coletiva

O projeto visa despertar a consciência coletiva. "Quando falamos de medidas educativas, especialmente com crianças, buscamos construir uma cultura de segurança no trânsito", explica a coordenadora. Além de servir como ferramenta instrutiva, o projeto também soluciona questionamentos e dúvidas sobre o trânsito.

Tiago Amorim, estudante do curso de Engenharia de Transportes, ingressou no projeto por meio da disciplina do curso e destaca a importância de se comunicar com diferentes faixas etárias e exercitar a criatividade em cada dinâmica.

"Há diferentes perfis de pessoas e são necessários direcionamentos específicos para cada um", menciona Tiago. Ele também ressalta que, ao ensinar outras pessoas, sua própria conscientização sobre o trânsito é reforçada. "Não há melhor forma de aprender do que transmitir o que você sabe para os outros".

Além de contribuir para a formação de futuros engenheiros de transportes, Tiago destaca que a segurança no tráfego é uma responsabilidade compartilhada. A equipe do projeto está sempre aberta a novas parcerias e interessada em expandir suas atividades para outras escolas e comunidades.

Fonte: Secom UFG

Categorias: Mobilidade Ciências Naturais FCT